Então, você quer viver mais? Bem, esse é um grande objetivo para se ter na vida. Afinal, só temos esta vida e podemos muito bem vivê-la ao máximo.

Felizmente, existem muitos comportamentos e hábitos que podem acrescentar anos à sua expectativa de vida. E a boa notícia é que você pode implementar facilmente muitas dessas coisas, senão todas.

Então, vamos começar e descobrir quais hábitos do dia a dia podem fazer você viver mais, segundo pesquisadores e psicólogos.

1) Rir frequentemente

Mesmo em dias difíceis, encontrar algo para rir pode melhorar instantaneamente meu humor e fazer com que os desafios pareçam mais administráveis.

E psicólogos e neurocientistas estudaram extensivamente os efeitos do riso na saúde e no bem-estar.

Eles descobriram isso o riso desencadeia a liberação de endorfinasque são intensificadores naturais do humor.

Também reduz os níveis de hormônios do estresse, como o cortisol, levando à diminuição do estresse e à melhoria da saúde geral.

Isto por sua vez, pode fazer você viver maisprincipalmente se você já não fuma e não bebe, tem bons hábitos de sono e segue uma alimentação saudável.

2) Fazer quebra-cabeças ou quebra-cabeças

Comecei a fazer palavras cruzadas e Sudoku como forma de manter minha mente afiada, e isso se tornou um desafio diário divertido.

É exercitar meu cérebro e saber que estou investindo em minha saúde cognitiva a longo prazo.

A estimulação cognitiva através de atividades como quebra-cabeças e quebra-cabeças tem sido associada a um menor risco de declínio cognitivo e demência em adultos mais velhos.

Psicólogos enfatizam a importância da aprendizagem ao longo da vida e do envolvimento mental na manutenção da função cognitiva e da saúde geral do cérebro ao longo da vida.

3) Manter fortes conexões sociais

Conectar-me com amigos e entes queridos – seja para tomar um café ou simplesmente enviar uma mensagem de texto – tornou-se uma prioridade para mim.

É incrível como me sinto melhor depois de passar um tempo com pessoas que me animam e me fazem rir.

Veja, o apoio social é um preditor bem estabelecido de saúde e longevidade. Os psicólogos descobriram que fortes ligações sociais proporcionam apoio emocional e encorajam comportamentos saudáveis, entre outros benefícios.

E estudos têm mostrado que as pessoas com redes sociais robustas muitas vezes vivem mais e experimentam melhores efeitos na saúde.

4) Meditar diariamente

Reservar alguns minutos todos os dias para meditar tornou-se minha arma essencial para controlar o estresse e encontrar a paz interior.

Estou apertando o botão de pausa no caos da vida e me dando espaço para respirar e estar presente no momento.

A meditação mindfulness tem sido amplamente estudada por seus benefícios à saúde mental, redução do estresse e bem-estar geral.

Os psicólogos descobriram que a prática regular de meditação pode levar a mudanças na estrutura e função do cérebro, resultando em melhor atenção, regulação emocional e resiliência ao estresse, o que contribui para a longevidade.

E aqui está algo que muitos de vocês vão adorar ouvir.

5) Cochilar regularmente

Como alguém que sempre foi um pouco cético em relação aos cochilos, fiquei surpreso ao ver como me senti muito melhor depois de incorporar cochilos curtos à minha rotina.

Eu os vejo dando ao meu cérebro miniférias e voltando me sentindo revigorado e ansioso para enfrentar o resto do dia.

Embora algumas culturas adotem a prática do cochilo (siesta), pesquisas científicas apoiam os benefícios de cochilos curtos para a função cognitiva, melhoria do humor e saúde cardiovascular.

Cochilos breves podem melhorar o estado de alerta, a memória e o desempenho, levando potencialmente a uma melhor saúde geral e à longevidade.

6) Tomar banho frio

Ok, admito – a ideia de um banho frio inicialmente me fez estremecer. Mas depois de tentar algumas vezes, comecei a gostar da sensação refrescante.

Quando tomo um banho frio pela manhã, sinto-me revigorado e pronto para enfrentar o que quer que surja em meu caminho.

Embora as evidências específicas de chuveiros frios ainda estejam surgindo, pesquisadores estudaram os benefícios para a saúde da exposição ao frio em diversas formas, como imersão em água fria e crioterapia.

Estudos sugerem que a exposição ao frio pode melhorar a circulação, estimular o sistema imunológico e aumentar a taxa metabólica, contribuindo potencialmente para a longevidade.

7) Bebericando chá verde

Troquei meu café da tarde por uma xícara de chá verde e notei uma diferença em meus níveis de energia e bem-estar geral.

Além disso, há algo reconfortante no ritual de preparar uma xícara e reservar um momento para relaxar e recarregar as energias.

Numerosos estudos examinaram a benefícios para a saúde do chá verdeatribuindo seus efeitos ao alto teor de polifenóis, principalmente catequinas.

Foi demonstrado que esses antioxidantes têm propriedades antiinflamatórias, anticancerígenas e cardioprotetoras, levando a melhores resultados de saúde e potencialmente maior expectativa de vida.

8) Praticar a gratidão

Reservar alguns minutos todos os dias para refletir sobre as coisas pelas quais sou grato tornou-se uma prática fundamental para mim.

Isso me ajuda a mudar minha perspectiva e focar nos aspectos positivos da minha vida, mesmo em tempos difíceis.

A pesquisa em psicologia positiva demonstrou a impacto significativo das práticas de gratidão na saúde mental e física.

Estudos descobriram que expressar gratidão regularmente pode melhorar o humor, melhorar os relacionamentos, melhorar o sono e reduzir os níveis de estresse e depressão, todos importantes para o bem-estar geral e a longevidade.

9) Voluntariado

Retribuir à minha comunidade por meio do voluntariado tem sido incrivelmente gratificante. Não só é bom fazer a diferença, mas também é um lembrete de como todos estamos interconectados e do poder que temos para apoiar uns aos outros.

Pesquisa sobre os benefícios do voluntariado para a saúde mostrou que retribuir aos outros pode levar à melhoria do bem-estar e da longevidade.

Os psicólogos sugerem que o voluntariado promove um sentido de propósito, realização e ligação com os outros, o que, por sua vez, traz melhores resultados de saúde física e mental.

10) Andar descalço

Há algo de aterrador em sentir a terra sob meus pés – seja andando na grama ou na areia.

Tornou-se uma maneira simples, mas significativa, de me conectar com a natureza e reservar um momento para desacelerar e apreciar o mundo ao meu redor.

Embora as evidências científicas para o aterramento ou aterramento ainda estejam surgindo, alguns estudos sugerem benefícios potenciais, como redução da inflamação, melhora do sono e melhora do humor.

Os psicólogos enfatizam a importância de passar tempo na natureza e conectar-se com a terra como parte do bem-estar geral. Então, vamos falar sobre isso por um minuto.

11) Passar tempo na natureza

Quer seja para fazer uma caminhada ou simplesmente sentar-me no parque, passar tempo ao ar livre tornou-se essencial para o meu bem-estar mental e emocional.

Os benefícios terapêuticos da exposição à natureza foram bem documentados na psicologia e nas ciências ambientais.

Estudos sugerem que passar tempo na natureza pode reduzir o stress, melhorar o humor, aumentar a criatividade e promover a atividade física, fatores essenciais para uma melhor saúde geral e longevidade.

E então temos esse hábito do campo esquerdo.

12) Comer alimentos fermentados

Comecei a incorporar mais alimentos fermentados, como iogurte e kimchi, em minha dieta e notei melhorias na digestão e no bem-estar geral.

Vejo isso como dar ao meu intestino um pouco mais de amor e saber que estou apoiando meu corpo de dentro para fora.

A conexão intestino-cérebro é uma área de crescente interesse de pesquisa em psicologia e neurociência.

Foi demonstrado que alimentos fermentados ricos em probióticos promovem a saúde intestinal, o que por sua vez pode influenciar o humor, a cognição e a saúde geral.

E claro, psicólogos enfatizam a importância de um microbioma intestinal saudável para o bem-estar físico e mental.

13) Beber bastante água

Fiz um esforço consciente para me manter hidratado ao longo do dia e notei melhorias nos meus níveis de energia e na saúde geral.

É dar ao meu corpo o combustível necessário para funcionar da melhor forma e saber que estou cuidando de mim mesmo de dentro para fora.

Veja, a hidratação é essencial para a função fisiológica ideal, e psicólogos destacam a importância de se manter adequadamente hidratado para a saúde e o bem-estar geral.

Estudos têm mostrado que uma boa hidratação pode melhorar a função cognitiva, o humor, o desempenho físico e a função renal, contribuindo, em última análise, para a longevidade.

Pensamentos finais

Quando observo todos esses hábitos juntos, fica claro para mim que não são apenas ações individuais; são peças de um quebra-cabeça que se encaixam para criar uma vida mais saudável e gratificante.

O que é notável é que muitos destes hábitos são simples e acessíveis a todos, independentemente da idade, origem ou circunstâncias.

Seja reservando um momento para apreciar as pequenas coisas ou fazendo pequenas mudanças em nossas rotinas diárias, todos nós temos o poder de incorporar esses hábitos em nossas vidas e colher os benefícios.



Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.