Bem-vindo a uma exploração reveladora de sete comportamentos comuns que podem, sem saber, afastar outras pessoas. Nesta discussão esclarecedora, vamos esclarecer os hábitos e ações sutis que podem inadvertidamente prejudicar relacionamentos e deixar outras pessoas com uma impressão nada favorável de você.

De erros de comunicação a gafe social, esses comportamentos muitas vezes passam despercebidos, mas seu impacto nas conexões interpessoais pode ser significativo. Vamos mergulhar!

1) Você não escuta

Lembro-me de uma época em que estava na festa de um amigo. Eu estava animado e ansioso para compartilhar minhas recentes aventuras de viagem com todos. Mas, no meu entusiasmo, não percebi que estava apenas falando e não ouvindo o que os outros tinham a dizer.

E adivinha?

Percebi que as pessoas começaram a se afastar da nossa conversa. Só quando um amigo apontou que eu estava monopolizando a conversa é que percebi meu erro.

Ouvir, ouvir verdadeiramente, é uma das coisas mais respeitosas que você pode fazer. Se você é sempre quem fala, as pessoas podem achar que você não está interessado no que elas têm a dizer.

2) Você é sempre negativo

Houve uma fase na minha vida em que tudo parecia estar dando errado – trabalho, relacionamentos, saúde – você escolhe. E, naturalmente, desabafei sobre isso para quem quisesse ouvir.

Mas então notei algo.

Os amigos começaram a me evitar, os colegas de repente ficavam ocupados quando eu me aproximava deles. Era como se eu tivesse me tornado um ceifador da negatividade.

Foi então que me dei conta: minha negatividade estava se espalhando para os outros, fazendo-os querer me evitar.

Ouça: todo mundo tem seus próprios problemas para resolver. Negatividade constante? É uma maneira infalível de afastar as pessoas. Trabalhar para manter uma perspectiva positiva pode realmente mudar a forma como as pessoas percebem você.

3) Você não é confiável

Você já se perguntou por que a confiabilidade é tão valorizada? É porque é uma característica difícil de encontrar. De acordo com um estudar conduzido pelo Leadership IQ, apenas cerca de 5% das pessoas são consideradas “sempre confiáveis”.

Não ser confiável pode afetar seriamente a forma como as pessoas veem você. Se você se atrasa continuamente para reuniões ou perde prazos constantemente, isso envia uma mensagem de que você não valoriza o tempo ou os compromissos de outras pessoas.

Consistência e confiabilidade geram confiança, e a confiança é a base de qualquer relacionamento, seja ele pessoal ou profissional. Portanto, se as pessoas sentirem que não podem confiar em você, é provável que não queiram interagir com você mais do que o necessário.

4) Você não demonstra empatia

Todos nós passamos por momentos difíceis, momentos em que sentimos que o mundo está contra nós. Nestes momentos, um pouco de empatia por parte daqueles que nos rodeiam pode fazer muita diferença.

Empatia é compreender e compartilhar os sentimentos de outra pessoa. Trata-se de se colocar no lugar deles, sentir sua dor ou alegria e deixá-los saber que não estão sozinhos.

Se você sempre considera os problemas ou sentimentos das pessoas insignificantes, elas podem começar a se distanciar de você. Ninguém quer sentir que suas emoções estão sendo banalizadas ou ignoradas.

5) Você está sempre ao telefone

Eu sou culpado disso. Lembro-me de um jantar com minha família em que, em vez de conversar, estava ocupado folheando meu telefone.

Minha mãe finalmente me perguntou: “Somos tão chatos que seu telefone seja mais interessante?”

Isso me atingiu com força.

Ficar colado ao telefone, especialmente quando você está na companhia de outras pessoas, pode parecer rude e desrespeitoso. Dá a impressão de que você não está interessado neles ou no que eles têm a dizer.

Desde aquele dia, fiz um esforço consciente para guardar meu telefone durante as refeições e outras reuniões sociais. E adivinha? Meus relacionamentos melhoraram.

6) Você é muito egocêntrico

Todos nós conhecemos aquela pessoa que parece pensar que o mundo gira em torno dela, não é? Eles só falam sobre si mesmos e demonstram pouco interesse pela vida dos outros.

Por mais duro que possa parecer, as pessoas geralmente não gostam de interagir com indivíduos egocêntricos. Dá a impressão de que você não valoriza os outros ou suas experiências.

É por isso que é importante mostrar interesse genuíno pelas outras pessoas.

Pergunte sobre o dia deles, suas paixões, suas lutas. Reconheça que todos têm uma história para contar e realmente ouça. Não se trata apenas de ser educado – trata-se de construir conexões reais que importam.

7) Você não é autêntico

Você já conversou com alguém em que você sabia que ele não estava sendo genuíno? É bastante desanimador, não é?

Autenticidade é uma característica altamente valorizada. As pessoas são atraídas por aqueles que são fiéis a si mesmas e não tentam fingir.

Mas deixe-me contar uma coisa que aprendi ao longo dos anos: autenticidade não significa compartilhar todos os pensamentos ou sentimentos que você tem. Trata-se de ser real e honesto em suas interações.

Se você está sempre tentando ser alguém que não é, as pessoas acabarão entendendo e isso poderá deixá-las desconfortáveis ​​perto de você.

A autoconsciência é a melhor ferramenta de autoaperfeiçoamento

Para encerrar, lembre-se: a consciência é o primeiro passo para a mudança. Ao identificar esses sete comportamentos sutis, você deu um salto poderoso no sentido de promover relacionamentos melhores. Agora, munidos desse conhecimento, é hora de fazer algumas mudanças positivas.

Quer seja diminuindo a negatividade ou demonstrando interesse genuíno pelos outros, cada ajuste deixa você mais perto de construir conexões mais fortes e de ganhar o respeito que merece. Portanto, siga em frente com intenção, esteja atento às suas ações e observe como suas interações se transformam para melhor.

Aqui está para se tornar a pessoa que os outros realmente gostam de ter por perto!

Perdeu seu senso de propósito?

Nesta era de sobrecarga de informação e pressão para satisfazer as expectativas dos outros, muitos lutam para se conectarem com o seu propósito e valores fundamentais. É fácil perder a bússola interior.

Jeanette Brown criou este PDF gratuito de descoberta de valores para ajudar a esclarecer suas motivações e crenças mais profundas. Como experiente coach de vida e professora de autoaperfeiçoamento, Jeanette orienta as pessoas em grandes transições, realinhando-as com seus princípios.

Seus exercícios de valores exclusivamente perspicazes iluminarão o que o inspira, o que você representa e como pretende operar. Isso serve como um filtro refrescante para desligar o ruído social, para que você possa fazer escolhas baseadas no que é mais importante para você.

Com seus valores claramente ancorados, você ganhará direção, motivação e bússola para tomar decisões a partir do seu melhor – em vez de emoções passageiras ou influências externas.

Pare de vagar sem propósito. Redescubra o que faz você ganhar vida com o guia de clareza de valores de Jeanette Brown.



Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.