Você acha que encontrou ouro em seu relacionamento?

Você não está sozinho. A pesquisa de 2013 mostrou que impressionantes 86% dos jovens americanos esperam que seus casamentos durem a vida toda.

No entanto, a realidade contrasta fortemente. O Associação Americana de Psicologia deixa tudo claro: apenas metade dos casamentos atingiu a marca dos 20 anos.

E veja só – Forbes salienta que as probabilidades despencam com o segundo e terceiro casamentos, com impressionantes 73% dos terceiros casamentos a ruir.

Mas há esperança, é claro: nem todo relacionamento é feito da mesma forma. Alguns são construídos para durar, forjados numa resiliência que zomba das estatísticas.

Então, você acha que seu relacionamento tem o que é preciso para ir até o fim?

Hoje você descobre.

Mergulhamos em sete sinais de que você finalmente encontrou sua outra metade.

Vamos lá.

1) Você concorda com as “grandes coisas”

Quando os aspectos essenciais de suas vidas se sincronizam, seu relacionamento fica mais firme.

Este conceito é apoiado por profissionais da área. Jon-Paul Bird, um terapeuta matrimonial e familiar, por exemplo, disse: “Se uma pessoa não quer nada mais do que ter três filhos e a outra se opõe terminantemente a ter filhos, pode haver um problema.”

Simplificando, grandes incompatibilidades nas aspirações de vida, como a decisão de ter filhos, podem significar problemas para um casal. É quando suas ambições e princípios fundamentais entram em conflito que surge o atrito.

Estamos falando dos pilares de uma vida construída juntos: paternidade, gestão financeira, ambições profissionais e como vocês dois encaram a vida.

É claro que estar na mesma página nessas áreas não significa que vocês refletem os pensamentos um do outro sobre tudo. Trata-se de compartilhar uma visão comum para o seu futuro, tornando cada decisão um passo em direção a um sonho criado mutuamente.

Este tipo de acordo fundamental torna a sua parceria não apenas sustentável, mas adaptável a tudo o que a vida colocar no seu caminho.

2) Vocês não sentem necessidade de mudar um ao outro

Você já percebeu como as peculiaridades que nos atraíram para um parceiro podem, com o tempo, se transformar exatamente nas coisas que gostaríamos de poder ajustar?

Tudo começa com o amor por sua natureza de espírito livre, mas logo você começa a desejar estabilidade. Ou talvez tenha sido a dedicação deles ao trabalho que chamou sua atenção, apenas para você desejar mais domingos preguiçosos juntos no futuro.

Esse empurrão entre amá-los pelo que eles são e querer moldá-los em sua versão de perfeição pode prejudicar até mesmo os relacionamentos mais sólidos.

E os especialistas concordam. Central Psicológica destaca insights do psicólogo David Tzall, apontando que abraçar uns aos outros, com falhas e tudo, é um sinal revelador de amor duradouro.

Não se trata de criar o parceiro perfeito, mas de valorizar o que os torna únicos. Essa aceitação é a base de um relacionamento que não é apenas construído para durar, mas também para prosperar.

3) Vocês podem se comunicar claramente um com o outro

Investigando as razões por trás de relacionamentos fracassados, uma figura impressionante se destaca: em pesquisa da Forbes31% dos indivíduos divorciados citaram a “incompatibilidade” como o principal motivo da separação.

Curiosamente, apenas 21% destas separações foram decisões mútuas, o que leva a uma questão fundamental: como é que os casais que antes pareciam perfeitamente casados ​​acabam nesta encruzilhada?

A resposta muitas vezes se resume a um elemento crítico – a comunicação, ou a falta dela.

Como você pode imaginar, os profissionais de relacionamento concordam que uma comunicação clara é essencial para relacionamentos duradouros.

Mas talvez Madissyn Fredericks, uma conselheira profissional clínica licenciada, captou melhor sua essência quando ela afirmou,

“Sem comunicação, você não tem base para construir um relacionamento saudável. A comunicação aberta dá a cada parceiro a oportunidade de ser vulnerável e ouvir o outro. Um relacionamento saudável permite que haja espaço para conversas difíceis e desentendimentos com o mínimo de evitação ou ataque.

Este conceito vai além de apenas compartilhar atualizações diárias ou desabafar frustrações.

Trata-se de promover um ambiente onde ambos os indivíduos se sintam genuinamente ouvidos e respeitados. É a capacidade de navegar em discussões desafiadoras sem medo, garantindo que ouvir seja tão valorizado quanto falar.

Isso soa como seu relacionamento?

Se sim, você está em um caminho sólido. A capacidade de se comunicar de forma aberta e eficaz é a base de qualquer relacionamento duradouro, evitando o enfraquecimento até mesmo das conexões mais fervorosas.

4) Você não compara

Se você é um frequentador assíduo por aqui, pode estar revirando os olhos com mais uma menção de evitar comparações com outras pessoas. Mas tenha paciência porque isso também é crucial no contexto dos relacionamentos românticos.

Em uma parceria verdadeiramente sólida, a última coisa que você pensa é como você se compara aos casais aparentemente perfeitos nas redes sociais ou na TV.

Pesquisar apoia isso. Mostrou que fazer comparações com outros relacionamentos pode levar a uma diminuição da felicidade, da satisfação e até da autoestima no seu próprio relacionamento.

Seu relacionamento é uma narrativa única, feita a partir de experiências compartilhadas, desafios superados juntos e as maneiras como ambos evoluíram. Ao valorizar esta jornada individual, você fortalece seu vínculo, criando um refúgio resiliente que permanece separado das influências externas.

Se você e seu parceiro estão focados em construir seu próprio mundo exclusivo, não se incomodando com a necessidade de compará-lo com os outros, é um grande sinal.

5) Você está perto… mas não está unido pelo quadril

Um relacionamento forte não significa ser inseparável; trata-se de encontrar o equilíbrio certo.

O especialista em relacionamento, Dr. Barton Goldsmith, resumiu tudo perfeitamente em um Psicologia hoje post quando ele disse: “A maneira mais saudável de interagirmos com as pessoas próximas de nós é sendo verdadeiramente interdependentes.

É aqui que duas pessoas, ambas indivíduos fortes, estão envolvidas uma com a outra, mas sem se sacrificarem ou comprometerem os seus valores.”

Numa relação marcada pela interdependência, há respeito mútuo pelo espaço e pelos esforços pessoais de cada um. Ambos são incentivados a explorar seus próprios interesses, cultivar amizades fora do relacionamento e crescer como indivíduos.

Esta dinâmica não sugere uma ruptura; pelo contrário, significa uma compreensão profunda de que o crescimento pessoal é fundamental para o crescimento do relacionamento.

Quando você tem a liberdade de ser você mesmo fora do relacionamento, você traz de volta experiências, insights e energias mais ricas para compartilhar um com o outro.

Se você encontra alegria em suas paixões pessoais, mas retorna ansiosamente para compartilhar seu mundo com seu parceiro, seu vínculo será construído para durar, fortalecido pelas forças individuais que cada um traz para a mesa.

6) Vocês podem ser vulneráveis ​​um com o outro

Pesquisa de Relate e Eharmony sugere que apenas uma minoria de homens, cerca de 20%, se sente confortável sendo vulnerável em situações de namoro. Esta estatística destaca uma questão mais ampla nas relações onde a vulnerabilidade é muitas vezes vista como uma fraqueza, especialmente entre os homens.

Mas a vulnerabilidade é um componente crucial de conexões profundas e significativas.

Brené Brown, renomado especialista no assunto, enfatiza isso. Ela afirmou, “Vulnerabilidade não é ganhar ou perder; é ter coragem de aparecer e ser visto quando não temos controle sobre o resultado. Vulnerabilidade não é fraqueza; é a nossa maior medida de coragem”.

Em um relacionamento onde vocês podem ser vulneráveis ​​um com o outro, você cria um ambiente de confiança e segurança onde ambos os parceiros se sentem confortáveis ​​em compartilhar seu verdadeiro eu.

Este nível de abertura abre caminho para uma relação mais forte, mais resiliente, capaz de resistir aos desafios e crescer ao longo do tempo.

Abraçar a vulnerabilidade significa ir além das expectativas sociais que muitas vezes equiparam a abertura emocional à fraqueza, especialmente entre os homens, e reconhecê-la como uma força e uma pedra angular de uma relação saudável e duradoura.

7) Nenhum de vocês está com dificuldades financeiras

Aqui está um que pode irritar algumas pessoas.

Certamente dinheiro e amor são duas coisas diferentes, certo?

Claro, mas a ligação entre estabilidade financeira e longevidade do relacionamento é mais significativa do que muitos imaginam.

Pesquisa da Forbes revelou que as dificuldades financeiras estão por trás de 24% dos divórcios, uma estatística não tão surpreendente quando se considera as pressões que o dinheiro – ou a falta dele – pode trazer para uma parceria.

Somando a isso, um estudo de 2009 descobriram que casais sem bens tinham maior probabilidade de se separarem em comparação com aqueles que tinham uma rede de segurança financeira de cerca de US$ 10.000.

Isso não quer dizer que o dinheiro seja a chave definitiva para a felicidade em um relacionamento, mas inegavelmente alivia muitos estressores comuns que os casais enfrentam.

Quando ambos os parceiros estão financeiramente seguros, o relacionamento pode passar da mera sobrevivência para a prosperidade e o crescimento conjunto.

Provavelmente não se trata de riqueza em si, mas da paz de espírito que advém de não ter que se preocupar constantemente com finanças, permitindo que ambos invistam mais energia para nutrir o relacionamento.

O resultado final

Isso é tudo da minha parte hoje, pessoal.

Relacionamentos não são fáceis, mas se você se identifica com muitos dos sinais acima, provavelmente encontrou aquele que tantos procuram e provavelmente terá um relacionamento duradouro.

Se não, bem, agora você sabe o que procurar.

Como sempre, espero que você tenha encontrado algum valor neste post.

Até a próxima vez.



Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.