Você já se sentiu como se estivesse andando na corda bamba entre atrair alguém e afastá-lo? Sim, é uma dança delicada que todos nós fazemos, quer percebamos ou não.

No mundo selvagem dos relacionamentos, mesmo as menores ações podem ter consequências importantes. E adivinha? Você pode estar inadvertidamente sabotando suas chances, mesmo sem saber!

Então aperte o cinto, porque neste artigo, estou prestes a lançar uma luz sobre 9 pequenos hábitos sorrateiros que podem estar dando ao seu cara o velho empurrão. Prepare-se para algumas revelações reveladoras!

1) Analisar tudo demais

Nos relacionamentos, é normal se importar e se preocupar com o seu parceiro. Porém, às vezes exageramos sem nem perceber.

Analisar excessivamente cada ação, cada palavra e cada silêncio pode se tornar exaustivo – não apenas para você, mas para ele também. Pode criar um ambiente de estresse e desconforto, fazendo com que ele se sinta sempre sob um microscópio.

Embora seja importante comunicar-se e compreender-se, existe uma linha tênue entre cuidar e analisar demais.

2) Tentando mudá-lo

Todos nós temos nossas peculiaridades, certo? Quero dizer, quem não gosta?

Em meu relacionamento anterior, eu era culpado de ser do tipo “consertador”. Você sabe, constantemente criticando as escolhas de guarda-roupa do meu parceiro, seu gosto musical e até mesmo como ele organizava sua mesa. Achei que estava fazendo um favor a ele ao tentar atualizar seu estilo ou refinar seu gosto, mas cara, eu estava errado!

Mal sabia eu que meus esforços bem-intencionados estavam na verdade criando uma barreira entre nós. Eu estava tão focado em moldá-lo à minha imagem ideal que não consegui apreciá-lo por quem ele realmente era.

Foi preciso um sério exame de consciência para perceber que a aceitação é fundamental em qualquer relacionamento. Em vez de tentar mudá-lo, aprendi a aceitar suas peculiaridades e idiossincrasias. Porque vamos encarar, é isso que o torna único. E, honestamente, a vida não seria chata sem algumas peculiaridades para manter as coisas interessantes?

3) Falta de confiança

A confiança é a base de qualquer relacionamento bem-sucedido, seja entre amigos, familiares ou parceiros românticos. Sem confiança, nenhum relacionamento pode sobreviver.

Estudos sugerem que a falta de confiança é um precursor proeminente de desafios nos relacionamentos românticos. Especificamente, está ligado à volatilidade emocional, à inclinação para o rompimento e aos conflitos interpessoais.

Se você é sempre cético em relação às ações de seu parceiro ou duvida constantemente de suas intenções, você não está apenas criando um ambiente de relacionamento prejudicial, mas também afastando-o.

4) Negligenciar suas necessidades

Em um relacionamento, é fácil nos deixarmos levar pelas nossas próprias necessidades e desejos. Mas lembre-se, não se trata apenas de você.

Assim como você, seu parceiro também tem desejos, necessidades e expectativas que precisam ser satisfeitas. Ignorá-los pode fazer com que ele se sinta desvalorizado e desvalorizado, afastando-o no processo.

Cada pessoa deseja se sentir ouvida e compreendida. Portanto, reserve um tempo para ouvir seu parceiro. Entenda seu ponto de vista e respeite seus sentimentos.

5) Ser excessivamente dependente

É ótimo ter alguém com quem você pode contar em um relacionamento, certo? Mas também é importante manter um pouco de independência.

Imagine se você estivesse sempre contando com seu parceiro para cada pequena coisa. Pode ser cansativo para eles, sabe? Eles podem começar a sentir que estão carregando uma carga extra, e isso não é divertido para ninguém.

Claro, peça ajuda quando precisar. Mas também deixe-os ver que você é capaz de cuidar de si mesmo. Mostre a eles que você é um parceiro, não apenas alguém que depende deles o tempo todo.

6) Não apreciá-lo o suficiente

No turbilhão da vida, é fácil ignorar os pequenos tesouros. Muitas vezes passamos rapidamente pelos momentos que justificam nossa mais profunda gratidão.

Seu parceiro pode estar fazendo mil pequenas coisas por você todos os dias – desde preparar seu café favorito pela manhã até estar sempre presente quando você precisar de um ombro para se apoiar. No entanto, esses gestos muitas vezes passam despercebidos e desvalorizados.

Não reconhecer seus esforços pode fazer com que ele se sinta desvalorizado e negligenciado. Com o tempo, isso pode afastá-lo.

Então reserve um momento para apreciá-lo. Mostre a ele que seus esforços não passam despercebidos. Um simples “obrigado” ou “eu agradeço” pode ajudar muito a fazê-lo se sentir amado e valorizado.

7) Deixar de se comunicar de forma eficaz

A comunicação é a cola que mantém um relacionamento unido. Mas não se trata apenas de falar; é falar certo.

Lembro-me de uma época em que meu parceiro e eu passamos por uma fase difícil. Em vez de expor abertamente as nossas queixas, optámos pelo silêncio. Esse silêncio, embora aparentemente pacífico, gerou mal-entendidos e ressentimentos inflamados que poderiam ter sido eliminados pela raiz com um diálogo aberto.

Nem sempre vale a pena ficar em silêncio. Às vezes, é o terreno fértil para tensões tácitas. Quando chateado, fale; quando incomodado, expresse suas preocupações. Não permita que questões não resolvidas se acumulem como tijolos, erguendo barreiras entre vocês dois.

Desentendimentos são normais, mas conflitos silenciosos apenas corroem a base da confiança.

8) Ser excessivamente crítico

Dar feedback em um relacionamento pode realmente ser uma coisa boa, sem dúvida. Mas aqui está o problema: existe uma maneira certa e uma maneira errada de fazer isso.

Se você está sempre apontando o que está errado, isso pode realmente derrubar seu parceiro. É como um gotejamento constante de negatividade, certo? E, eventualmente, isso pode afastá-los.

Em vez de apenas ver as falhas, tente focar também nas coisas boas. E se houver algo que precise ser consertado, fale sobre isso de uma forma carinhosa e gentil. Isso fará toda a diferença.

9) Não dar espaço a ele

Dando espaço um ao outro em um relacionamento é como dar espaço para uma planta crescer. Assim como as plantas precisam de espaço para espalhar suas raízes e florescer, os indivíduos em um relacionamento precisam de seu próprio espaço para crescimento e desenvolvimento pessoal.

Quando você está sempre na cara dele ou não lhe dá espaço para respirar, é como colocar um freio em seu crescimento. Isso pode fazer com que ele se sinta sufocado e preso, e isso não é uma sensação boa em nenhum relacionamento.

Deixe-o ter seu tempo comigo. Incentive-o a seguir seus hobbies ou a passar tempo com os amigos. E acredite em mim, isso tornará seu vínculo ainda mais forte no longo prazo.

Considerações finais: trata-se de respeito e compreensão

Na jornada do amor e do companheirismo, muitas vezes tropeçamos em nossos próprios comportamentos que podem afastar nossos parceiros. Reconhecê-los é o primeiro passo para a melhoria.

Seja analisando demais, tentando mudá-lo ou não lhe dando espaço suficiente, cada ponto que discutimos decorre da falta de compreensão ou respeito pela individualidade e necessidades do nosso parceiro.

À medida que navegamos pelas complexidades dos nossos relacionamentos, vamos lutar por mais compreensão, mais respeito e mais amor. Afinal, são esses elementos que formam o base de um vínculo duradouro.

Então vamos refletir sobre nossas ações e trabalhar para nos tornarmos melhores parceiros. Porque na grande tapeçaria do amor, cada fio é importante.



Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.