CNN

Pelo menos cinco pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas num ataque com mísseis russos na cidade portuária de Odessa, no Mar Negro, na segunda-feira, disseram autoridades ucranianas.

Imagens de vídeo dramáticas do ataque, divulgadas pela Procuradoria-Geral da Ucrânia, mostraram dezenas de pequenas bombas explodindo com segundos de diferença em uma área próxima à orla marítima.

Outros vídeos e fotos partilhados por autoridades mostraram chamas engolindo as torres cónicas e o telhado de uma instituição educacional conhecida localmente como “Castelo de Harry Potter” devido à sua semelhança com uma pilha baronial escocesa.

As autoridades ucranianas acreditam Rússia Utilizou um míssil balístico Iskander e munições cluster para realizar o ataque.

“Fragmentos de metal e detritos de mísseis foram recuperados num raio de 1,5 quilómetros (cerca de uma milha) do local do ataque”, disse o procurador-geral ucraniano Andriy Kostin. Ele acrescentou que “a investigação tem razões para acreditar” que o exército russo utilizou munições cluster com o objetivo de causar um grande número de vítimas.

Ele acrescentou que duas crianças e uma mulher grávida estavam entre as 30 pessoas feridas no ataque.

Quase 20 edifícios residenciais e instalações de infraestrutura também foram danificados pela greve.

O uso, transferência e produção de munições cluster são proibidos por um tratado internacional conhecido como Convenção sobre Munições Cluster. No entanto, nenhuma das partes – nem os Estados Unidos – assinou o acordo.

As munições cluster foram utilizadas por ambos os lados da guerra e foram transferidas para Ucrânia Fornecido pelos Estados Unidos como parte de um pacote de ajuda militar no ano passado.

Enquanto isso, as autoridades russas dizem que as defesas aéreas na Crimeia interceptaram com sucesso um grande ataque de mísseis e drones da Ucrânia.

Sergei Aksyonov, nomeado pelo Kremlin, o principal oficial civil na Crimeia ocupada, alertou as pessoas contra a aproximação de possíveis munições não detonadas, enquanto um de seus funcionários pediu às pessoas que não filmassem ou publicassem vídeos das defesas aéreas russas em ação.

Blogueiros militares russos disseram que os alvos eram campos de aviação.

A ponte que liga a Crimeia à Rússia, uma artéria vital para abastecer o esforço de guerra em curso da Rússia, foi temporariamente fechada ao tráfego, mas foi reaberta desde então.

Autoridades russas disseram que o ataque foi realizado principalmente usando seis Sistemas de Mísseis Táticos do Exército (ATACMS) fornecidos pelos EUA, todos os quais, segundo eles, foram abatidos com sucesso pelas defesas aéreas.

A Ucrânia não fez comentários e a CNN não conseguiu verificar as afirmações da Rússia. Excepcionalmente, quase não houve vídeos ou fotos das explosões.

Esta é uma história em desenvolvimento e será atualizada.

Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.