São oito critérios técnicos, e ela se encaixava no quadro, afirmou um dos médicos.

A psicóloga responsável pelos exames pelos quais a denunciante passou também confirmou a informação.

No entanto, ambos foram confrontados por uma psicóloga contratada pela defesa de Daniel Alves, que acompanhou uma das entrevistas. Ela afirmou que os dados recolhidos nos exames psicológicos “não são suficientes” para diagnosticar o estresse pós-traumático.

A perita privada disse, ainda, que participou de um exame com a presença da denunciante, mas afirmou que não foi permitido que ela fizesse perguntas, como havia sido combinado. “Eu apenas ouvi um questionário com questões absolutamente superficiais”.

Entre discussões e interrupções entre as psicólogas e um médico forense, a juíza que preside o Tribunal precisou intervir.

Por fim, respondendo a perguntas da advogada de Daniel Alves, a psicóloga privada contratada pela própria defesa disse não concordar com os laudos formulados pelos forenses e questionou o fato de a denunciante não ter seguido uma pauta de medicamentos e ter se recusado a fazer acompanhamento psiquiátrico.

Share.

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.