O Liverpool recuperou a liderança do Campeonato Inglês, ao derrotar, neste sábado, o Burnley por 3 a 1, no duelo válido pela 24ª rodada. O primeiro lugar ficou por pouco mais de duas horas com o Manchester City, que também somou três pontos neste sábado, ao bater o Everton por 2 a 0.

Agora, o Liverpool soma 54 pontos, contra 52 do City. Já o Tottenham, que sofreu em Londres para vencer o Brighton, por 2 a 1, de virada, chegou aos 47 pontos, em quarto, atrás do Arsenal (49) que joga neste domingo (11).

O jogo

Como se esperava, o Liverpool começou tendo total iniciativa na partida, mas se surpreendeu com a boa organização tática do Burnley. Com isso, o time e Jurgen Klopp ficava mais tempo no ataque, mas a equipe visitante também tinha momentos ofensivos, principalmente com Fonfana.

O Liverpool pressionou bastante, mas o primeiro gol do jogo só saiu após uma falha do goleiro Trafford, aos 31 minutos, quando Diogo Jota aproveitou de cabeça para abrir o placar. Quando parecia que o jogo ficaria fácil para o Liverpool, quem conseguiu chegar ao gol foi o Burnley. O’Shea, em bonita cabeçada, após cobrança de escanteio, igualou o placar.

O Liverpool voltou mais intenso na etapa final e conseguiu o segundo gol com Díaz, aos sete minutos. O lance teve conferência do VAR. A vantagem no placar tirou um pouco a concentração do Liverpool na partida. O Burnley aproveitou e teve duas grandes chances desperdiçadas por Fonfana.

Os sustos fizeram o Liverpool acordar e voltar a intensificar as jogadas de ataque. Com isso, o terceiro gol veio com Darwin Núñez, também de cabeça, aos 34 minutos.

Tottenham vence de virada

Em Londres, o Tottenham também não teve vida fácil diante do Brighton, principalmente no primeiro tempo. Richarlison e seus companheiros criaram várias oportunidades, mas pararam na boa atuação do goleiro Steele.

A situação para a equipe londrina ficou ainda pior quando o setor ofensivo foi mal em uma saída de bola e acabou cometendo um pênalti, que foi convertido por Gross, aos 17 minutos.

A partir daí, a primeira etapa foi marcada pelo ataque constante do Tottenham e os contra-ataques esporádicos, mas perigosos do Brighton.

Pressionado pela torcida, o Tottenham foi com tudo para os 45 minutos finais. Aos sete minutos, Werner quase empatou. A igualdade veio pouco depois, aos 16 minutos, com Sarr.

O gol parecia que faria o Tottenham deslanchar, mas o Brighton passou a abusar de sua melhor característica: o toque de bola. E as chances foram construídas. Ansu Fati e Buonanotte quase marcaram o segundo gol. As oportunidades não aproveitadas acabaram castigadas. Só aos 52 minutos, após contra-ataque, Johnson fez o gol da vitória do Tottenham.

*Com agências


Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.