Madonna tem a turnê mundial de maior bilheteria em 2024 até agora, de acordo com Relatório semestral da Pollstar, graças ao sucesso de sua “Celebration Tour”. Com preços médios de ingressos de US$ 208,85, o ícone pop teve um faturamento médio de US$ 2.794.007, com 13.378 ingressos médios vendidos, perfazendo um total de 856.247 em vendas de ingressos em 34 shows relatados em 65 datas.

O relatório semestral da Pollstar examina a indústria em uma escala mais ampla e, após vários anos de vendas recordes de ingressos no boom das turnês pós-pandemia, o crescimento da música ao vivo se estabilizou no primeiro semestre de 2024. Não houve grandes aumentos ou quedas nas diferenças percentuais em comparação com anos anteriores. Em 2023, o valor bruto geral foi 51,1% maior do que em 2022 e foi 64,7% maior no valor bruto médio por show. Mas em 2024, não houve picos superiores a 17% ou quedas superiores a 15%.

Claro, há algumas coisas que devem ser observadas ao examinar os resultados da Pollstar – mais notavelmente, a ausência de Taylor Swift, cuja turnê de grande sucesso “Eras” não informa os números da turnê. Apesar disso, em dezembro, a Pollstar informou que sua “Eras Tour” foi a jornada de maior bilheteria de todos os tempos e a primeira turnê a ultrapassar o limite de US$ 1 bilhão. É provável que Swift, cuja etapa europeia da turnê “Eras” foi lançada em 9 de maio, acabe liderando este ano também.

Publicidade

Nem todos os promotores ou tours relatam seus números, ou todos os seus números, à Pollstar, que foi adquirida pelo Oak View Group de Irving Azoff e Tim Lieweke em 2017, mas suas estatísticas certamente revelam um grande número de tendências.

Bad Bunny está logo atrás de Madonna com US$ 174,6 milhões de sua “Most Wanted Tour”, enquanto Luis Miguel o segue com US$ 169,4 milhões, o U2 está em 4º lugar com US$ 135 milhões da residência da banda no Sphere e Karol G completa os cinco primeiros com US$ 111. milhão. O top 10 continua com Bruno Mars (US$ 102 milhões), Coldplay (US$ 100 milhões), Seventeen (US$ 74 milhões), Eagles (US$ 69 milhões) e Nicki Minaj (US$ 66 milhões).

Numa escala macro, o valor bruto global em 2024 ultrapassou os 3 mil milhões de dólares pela primeira vez, acima dos 2,83 mil milhões de dólares em 2023. O ano passado teve um crescimento exponencial em relação a 2022, que apresentou um valor bruto global de 1,87 mil milhões de dólares. O valor bruto médio em 2024 caiu ligeiramente em relação ao ano passado, com US$ 1,37 milhão contra US$ 1,47 milhão, enquanto as vendas de ingressos permaneceram quase as mesmas (24,1 milhões em 2024 contra 24,3 milhões em 2023). Os preços médios dos ingressos aumentaram de US$ 116 para US$ 127 ano após ano, embora a média de ingressos vendidos por show tenha caído de 12.655 para 10.767.

Publicidade

Na América do Norte, Bad Bunny liderou o total bruto com US$ 174,6 milhões. Madonna está atrás dele com US$ 148 milhões, seguida por U2 (US$ 135 milhões), Luis Miguel (US$ 100 milhões) e Eagles (US$ 69 milhões). O valor bruto global na região totalizou 2,33 mil milhões de dólares, um aumento de 18,7% em relação aos 1,96 mil milhões de dólares do ano passado. O total de ingressos vendidos aumentou 17,6 milhões em comparação com os 16,32 milhões de 2023, enquanto o número médio de ingressos vendidos caiu de 9.071 de 2023 para 8.252.

O relatório surge em meio a um ano de fortes vendas de ingressos, contrastado por relatos de grandes artistas cancelando suas turnês. Nos últimos meses, os Black Keys cancelaram sua turnê internacional, enquanto Jennifer Lopez fez o mesmo após mudar a marca de sua turnê, deixando de focar em seu novo álbum para um show de grandes sucessos.

Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.