Um tesouro de músicas inéditas do falecido Marvin Gaye foi descoberto em Ostende, na Bélgica, após mais de 40 anos escondido.

De acordo com relatos, a coleção inclui aproximadamente 66 demos espalhadas por 30 fitas. Pertenceu ao músico Charles Dumolin, que abriu sua casa para Gaye em 1981, enquanto o falecido artista se desintoxicava e lutava contra o vício em cocaína. As fitas foram mantidas com a família de Dumolin após sua morte em 2019, mas agora há uma questão sobre a propriedade legítima das gravações.

“(As fitas) pertencem (à família) porque foram deixadas na Bélgica há 42 anos. Marvin deu a eles e disse: ‘Façam o que quiserem com isso’, e ele nunca mais voltou. Isso é importante”, disse o advogado belga Alex Trappeniers, sócio comercial dos Dumolins. BBC. “No final, depois de ouvir todas as 30 fitas, tive 66 demos de músicas novas. Alguns deles estão completos e alguns deles são tão bons quanto ‘Sexual Healing’, porque foi feito ao mesmo tempo. Teve uma música que quando ouvi por 10 segundos descobri que a música ficou na minha cabeça o dia todo, as palavras ficaram na minha cabeça o dia todo, como um momento de alinhamento planetário.”

BBC explicou que, ao abrigo da legislação belga, um bem passa a ser propriedade de uma pessoa que o possui após 30 anos, independentemente da forma como a pessoa adquiriu o bem. A propriedade intelectual, entretanto, não se enquadra nesta lei e, portanto, não permite que a família Dumolin publique o material inédito, mesmo que seja a proprietária das gravações físicas. Embora a família Gaye tenha o direito de divulgar amplamente a música, eles não podem fazê-lo sem as fitas físicas.

“Acho que nós dois nos beneficiamos, a família de Marvin e a coleção nas mãos (dos herdeiros de Dumolin). Se juntarmos as mãos e encontrarmos as pessoas certas no mundo, os Mark Ronsons ou os Bruno Mars… não estou aqui para dar sugestões, mas para dizer ‘OK, vamos ouvir isso e vamos fazer o próximo álbum’”. Trappeniers acrescentados.

Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.