Aaron Sorkin pode ser um roteirista prolífico, mas até o momento seu trabalho mais popular continua sendo o de 2010. A rede social. O filme dirigido por David Fincher foi adaptado por Sorkin do romance Os bilionários acidentais e detalha os primeiros dias da fundação do Facebook.

Bem mais de uma década depois, Sorkin diz que está trabalhando em um roteiro que poderia servir como sequência de A Rede Social.

Falando sobre um episódio recente de A cidade podcast, Sorkin revelou que está escrevendo sobre como o Facebook influenciou a política e a democracia, por O repórter de Hollywood.

Perguntado se estava escrevendo sobre o conceito especificamente na forma de um roteiro, Sorkin respondeu que está “tentando”.

“O Facebook tem, entre outras coisas, ajustado seu algoritmo para promover o material mais polêmico possível. Porque é isso que vai aumentar o engajamento”, afirmou. “Isso é o que levará você – o que eles chamam nos corredores do Facebook – ‘o pergaminho infinito’…”

“Deveria haver uma tensão constante no Facebook entre crescimento e integridade. Não existe. Há apenas crescimento”, continuou ele.

Fontes próximas a Sorkin confirmaram O repórter de Hollywood que o roteirista está trabalhando em um “Rede social-roteiro adjacente”, mas observou que o projeto está em seus estágios iniciais e ainda não tem um estúdio a bordo.

A rede social estrelou Jesse Eisenberg como Mark Zuckerberg ao lado de um elenco de apoio de Andrew Garfield, Justin Timberlake, Armie Hammer, Tyler Winklevoss e Max Minghella. O filme arrecadou bem mais de US$ 200 milhões, tornando-se um grande sucesso comercial e de crítica.

Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.