Evoluindo a Comunicação do Pensamento da Consciência da Mente

Um estudo recente mapeia uma rede cerebral crucial para a consciência, revelando conexões que mantêm a vigília durante o repouso. Esta pesquisa fornece novos insights e ferramentas para o tratamento de lesões cerebrais e distúrbios neurológicos.

Os pesquisadores identificaram uma rede cerebral subcortical que combina excitação e consciência, desempenhando um papel fundamental na consciência humana.

Um estudo publicado recentemente em Medicina Translacional Científica por pesquisadores do Massachusetts General Hospital e do Boston Children’s Hospital, ambos parte do sistema de saúde Mass General Brigham, apresenta um mapa de conectividade de uma rede cerebral. Este mapa, sugerem os pesquisadores, é essencial para manter a consciência humana.

O estudo envolveu varreduras de alta resolução que permitiram aos pesquisadores visualizar conexões cerebrais em resolução espacial submilimétrica. Este avanço técnico permitiu-lhes identificar caminhos até então invisíveis que ligavam o tronco cerebral, o tálamo, o hipotálamo, o prosencéfalo basal e o córtex cerebral.

A Rede de Excitação Ascendente

Juntos, esses caminhos formam uma “rede de excitação ascendente padrão” que sustenta a vigília no cérebro humano consciente e em repouso. O conceito de rede “padrão” baseia-se na ideia de que redes específicas dentro do cérebro são mais funcionalmente ativas quando o cérebro está em estado de repouso de consciência. Em contraste, outras redes são mais ativas quando o cérebro realiza tarefas direcionadas a objetivos.

Para investigar as propriedades funcionais desta rede cerebral padrão, os pesquisadores analisaram dados de ressonância magnética funcional em estado de repouso de 7 Tesla do Projeto Conectoma Humano. Essas análises revelaram conexões funcionais entre a rede de excitação ascendente padrão subcortical e a rede de modo padrão cortical que contribui para a autoconsciência no cérebro consciente e em repouso.

Contribuições para a Neurociência

Os mapas complementares de conectividade estrutural e funcional fornecem uma base neuroanatômica para integrar a excitação e a consciência na consciência humana. Os pesquisadores divulgaram o Dados de ressonância magnética, métodos de mapeamento cerebrale um novo Atlas da Rede de Excitação Ascendente de Harvardpara apoiar esforços futuros para mapear a conectividade da consciência humana.

“Nosso objetivo era mapear uma rede cerebral humana que é crítica para a consciência e fornecer aos médicos melhores ferramentas para detectar, prever e promover a recuperação da consciência em pacientes com lesões cerebrais graves”, explica o autor principal Brian Edlow, MD, co. -diretor de Mass General Neuroscience, diretor associado do Center for Neurotechnology and Neurorecovery (CNTR) em Mass General, professor associado de Neurologia na Harvard Medical School e bolsista de pesquisa MGH do Chen Institute 2023-2028.

Edlow explica: “Nossos resultados de conectividade sugerem que a estimulação das vias dopaminérgicas da área tegmental ventral tem o potencial de ajudar os pacientes a se recuperarem do coma porque esse nó central está conectado a muitas regiões do cérebro que são críticas para a consciência”.

A autora sênior Hannah Kinney, MD, professora emérita do Boston Children’s Hospital e da Harvard Medical School, acrescenta que “as conexões do cérebro humano que identificamos podem ser usadas como um roteiro para compreender melhor uma ampla gama de distúrbios neurológicos associados à alteração da consciência, desde o coma , a convulsões, à síndrome da morte súbita infantil (SMSL).

Os autores estão atualmente realizando testes clínicos estimular a rede de excitação ascendente padrão em pacientes em coma após traumatismo cranioencefálico, com o objetivo de reativar a rede e restaurar a consciência.

O estudo foi financiado pela Fundação James S. McDonnell, a Instituto Nacional de SaúdeThe American SIDS Institute e um Chen Institute MGH Research Scholar Award.



Share. Facebook Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email

Formado em Educação Física, apaixonado por tecnologia, decidi criar o site news space em 2022 para divulgar meu trabalho, tenho como objetivo fornecer informações relevantes e descomplicadas sobre diversos assuntos, incluindo jogos, tecnologia, esportes, educação e muito mais.